domingo, 20 de novembro de 2016

ORAÇÃO

Repetes, sem pensar, aquele nome?

Exploras a sonoridade da palavra,
Isolando as sílabas, desarticulando-as,
Identificando incidências de vogais e consoantes,
A expressividade das combinações sonoras?

Sei bem como é isso.

Na verdade, uma música acompanha o fenômeno, não é?
Sem necessidade de qualquer fonema.
Música pura,
Transcendental,
Vadia,
Anterior a qualquer forma de pensamento.

E a música daquele nome te leva e te eleva,
Porque precisas de descanso, não é?
E se toda significação te escapa,
Porque é poeira,
Fica-te uma incompreensível promessa de sentido
Naquele nome.

Um dos sintomas do amor
Está em repetir o nome da pessoa amada
Como uma oração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário